Cirurgia Geral

Câncer de pele

Câncer de Pele

 

         O câncer de pele é o tumor maligno mais comum no ser humano, respondendo por mais de 30% de todos os cânceres existentes. No entanto, na maioria das vezes tem uma alta taxa de cura. O câncer de pele caracteriza-se pela proliferação descontrolada de umas das células presentes na pele. Deste modo, qualquer célula que compõe a pele pode gerar um câncer. No entanto, dentre os tumores da pele, existe um em especial que é originado dos melanócitos (são células que produzem a melanina) e são chamados de melanoma.

A melanina é um pigmento que dá coloração a pele, olhos e cabelos. Sabemos que a produção de melanina pelos melanócitos é estimulada pela exposição ao sol, por isso ficamos bronzeados quando vamos à praia. A melanina funciona como uma proteção à radiação ultravioleta; Pode ser pensada como um protetor solar natural.

Como a raça negra possui maior quantidade de melanina tem maior proteção contra a exposição solar e portanto desenvolvem menos câncer de pele. Já a raça branca, quando exposta ao sol, exige um "trabalho à mais" de seus melanócitos com o intuito de produzir maior número de melanina. É justamente este estímulo aos melanócitos que favorece o desenvolvimento do melanoma.

 

      O Melanoma é o mais agressivo dos tumores de pele podendo gerar metástase e levar a morte se não diagnosticado precocemente e tratado adequadamente por uma equipe (cirurgião oncológico oncologista clínico e dermatologista) com expertise no assunto. Embora o melanoma represente apenas 4% dos cânceres da pele, eles são responsáveis por 3/4 das mortes relacionadas ao tumores cutâneos. Importante citar que atualmente já temos drogas eficientes no controle dos melanomas avançados e metastáticos, no entanto ainda são tratamentos extremamente caros.

         No entanto, fortuitamente o melanoma responde por uma pequena parcela dos cânceres da pele. Os mais prevalentes são o carcinoma basocelular (CBC) e o carcinoma espinocelular (CEC).

    O carcinoma basocelular (CBC) é o câncer de pele mais comum e felizmente é o que apresenta melhor prognóstico . Está relacionado a um altíssimo índice de cura. É um câncer de crescimento lento e que raríssimamente sofre disseminação metastática. São lesões de fácil tratamento.

        Por sua vez, o CEC é mais agressivo que o CBC, pois apresenta um crescimento mais rápido, causam invasão de estruturas ao redor e geram metástases à distância com mais frequência. O tratamento de escolha é a ressecção cirúrgica completa do tumor e com margens de segurança.

    Tenha hábitos saudáveis, use protetor solar diariamente, evite a exposição exagerada ao sol e procure um médico ao sinal de qualquer lesão de pele escurecida, que tenha bordas elevadas e/ou  que esteja aumentando ou mudando de coloração.